Vale do Taquari | Grupo avança na instalação do IGP regional
13/09/2017

Há possibilidade de um centro de atendimento infanto-juvenil também ser trazido para a cidade

 

              Uma comissão formada por representantes da administração municipal, Alsepro, Univates e Codevat se reuniu ontem com integrantes do Instituto Geral de Perícias em Porto Alegre. A pauta principal do encontro foi a instalação de um posto avançado do serviço em Lajeado.

              O assunto é tratado faz anos, mas a troca de diretoria, há algumas semanas, impossibilitou a continuidade das negociações. “Fomos bem recebidos pelos novos representantes. Queríamos deixar claro que tudo será feito para a instalação do serviço. E saímos satisfeitos”, afirma Cintia Agostini, presidente do Codevat.

              Nos próximos dias, os integrantes do IGP encaminharão ao grupo as necessidades para instalação do posto. Em conjunto, ainda devem informar o que é preciso para a criação de um Centro de Referência no Atendimento Infanto-Juvenil (Crai) na cidade.

              Voltado ao acolhimento e perícia de crianças e adolescentes, vítimas de violência sexual, o Crai poderá ser instalado de imediato na cidade. Ao contrário do posto, que deve demorar mais tempo. “Vamos analisar o que eles encaminharem, e depois formular uma proposta mais consolidada para os dois serviços”, afirma Cintia. O objetivo é formar uma parceria entre Univates e governo municipal para agilizar o processo.

              Hoje existe apenas uma unidade do Crai na capital, o que garante pioneirismo a Lajeado no interior, caso o projeto seja concretizado. Segundo Ítalo Reali, assessor do prefeito, há dois locais para instalação do serviço, que deverá ser integrado à Sala Lilás. Um espaço na Polícia Civil, e outro na Univates, foram ofertados pelo grupo de modo informal. Para o posto do IGP, ainda não há lugar oficial.

Contratação de profissionais

              Um dos entraves para instalação do posto é a falta de profissionais. Hoje, o IGP tem apenas 35% do efetivo necessário. Problema que afeta, inclusive o Instituto Médico Legal (IML) de Lajeado, sem médicos extras para cobrir férias, folgas ou afastamentos. Nesse caso, os corpos são encaminhados a Porto Alegre, de onde também precisam ser encaminhados, sempre, peritos para análise de mortas violentas.

               A realização de um concurso surge como alívio para esse dilema. Já em andamento, deve fornecer novos profissionais até o fim do primeiro semestre de 2018. Entre janeiro e fevereiro, os contratados iniciarão o curso de formação. No total, 106 pessoas serão convocadas, sendo 36 peritos médico legistas, 36 peritos criminais e 35 técnicos em perícias.

 

 

Fonte: A Hora

voltar

Resultado da loteria

Extração nº 5216
Realizada em 20/09/2017
1º - 83241
2º - 31914
3º - 27176
4º - 49605
5º - 51596

Recados

23/09/2017 07:45:38
MARCO HENRIQUE SCHRÖER
TOCA UMA MUSICA DO NHEGO SHOW SÓ PARA CURTIR. UM GRANDE ABRAÇO.

16/09/2017 07:42:27
Ivaldi 37621000
Quero participar do sorteio Porque a plantinha não vai para o Hospital nem de noite e nem de madrugada Porque só tem médico de plantão

05/09/2017 07:14:14
lacir freisleben
toca a musica ta italia nos si amo partiti

19/08/2017 07:51:03
lacir freisleben
quero a musica do joao do bandoneon a brindo buraco a resposta da charada e sim


2012 Rádio Tirol FM 87.5 Fone: (51) 3762-3035. Todos os direitos reservados.