Vale do Taquari | Dívida com Samu, que se arrasta desde 2014, volta a preocupar o Vale
19/06/2017

Municípios tem mais de R$ 700 mil a receber. Valor segue sendo repassado em atraso ao prestador de serviço. A maior parte do débito é com a unidade avançada de Lajeado

 

             Desde 2014, o governo do Estado deve parte do repasse de verba ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Da época, sobra um saldo de R$ 426 mil. Dois anos depois, mais um débito de R$ 280 mil. O recurso é a parte do Estado no custeio do serviço que no Vale do Taquari, está sempre com os pagamentos em atraso.

             "Atualmente, conseguimos liquidar cerca de 30% do total que devemos ao serviço. Isso ocorre todo o mês. É durante o período que a gente consegue pagar toda o valor devido", explica Nilton Rolante. Ele é secretário executivo do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Rio Taquari (Consisa-VRT). 

             É o consórcio que contrata o serviço de prestação em saúde, responsável pelo atendimento do Samu. No entanto, quem paga a conta são as prefeituras, pois os recursos são repassados para o caixa dos municípios, onde as ambulâncias têm a base fixada.

             O Vale do Taquari tem cinco bases do serviço: Lajeado (com ambulância UTI); Estrela, Encantado, Arvorezinha e Teutônia. "O maior valor é para a Prefeitura de Lajeado, são aproximadamente R$ 400 mil, pois o custeio da unidade de Lajeado é maior, por conta do serviço médico", justifica Rolante.

No aguardo pelo pagamento
             Conforme o secretário-executivo do Consisa-VRT, a Secretaria Estadual da Saúde ainda não indicou uma forma de como fará o acerto dos valores devidos ao Samu. "No fim do mês de abril nós encaminhamos relatórios sobre a prestação de contas, tanto para Brasília, quanto para Porto Alegre. O valor do crédito da região foi informado, mas o governo não se posicionou sobre um calendário de pagamento."

             Rolante diz que com a quitação das dívidas do Piratini com os hospitais - sobretudo os da região -, o consórcio espera que a regularização dos débitos seja feita da mesma forma.

Sem resposta
             Procurada pela reportagem de O Informativo do Vale, a área técnica da Secretaria Estadual da Saúde, responsável pela administração do Samu no Estado, a equipe não respondeu às solicitações de informação.

Relembre o caso
- A crise começou em fevereiro de 2015, quando os atrasos no repasse começaram. Na época, o Consisa-VRT chegou a ficar sem dinheiro para manutenção das ambulâncias. Na época, o Vale cobrava quatro meses de repasses em atraso, cerca de R$ 300 mil. 
- Em dezembro de 2015, os 70 servidores contratados para atender no Samu da região chegaram a estudar uma greve. A intenção era reduzir o atendimento a 30%, apenas mantendo o regime de urgência. Durante aquele ano, de agosto a dezembro, todos os repasses foram feitos em atraso para o Samu, que acabou refletindo nos pagamentos dos servidores. Na época, o RS já devia o último trimestre de 2014. 
- Em maio de 2016, o valor da dívida era praticamente o mesmo, do apontado agora pelo consórcio. Na época, o Estado devia cerca de R$ 800 mil para o Consisa-VRT.

A gente explica
             O Samu é um serviço de tripla responsabilidade financeira. Na região, cada prefeitura conveniada paga R$ 0,35 por habitante, o que resulta em R$ 98,7 mil mensais. A União repassa parte do valor, e geralmente executa os pagamentos em dia. 

             Já o Estado, que arca com mais de R$ 142 mil por mês pelo serviço deve parcelas dos anos de 2014 e 2016. O Samu é responsável por realizar 5,4 mil atendimentos por ano no Vale, maior parte deles ocorre em Lajeado. O socorro é de vítimas de acidentes e casos clínicos como infartos e engasgamentos domiciliares.

 

 

Fonte: O Informativo do Vale.

voltar

Resultado da loteria

Extração nº 5223
Realizada em 14/10/2017
1º - 12605
2º - 67176
3º - 07276
4º - 65595
5º - 43587

Recados

14/10/2017 10:22:28
MARCO HENRIQUE SCHRÖER
TOCA UMA MUSICA DAS MINHAS DO NHEGO SHOW PARA TODOS LIGADOS NA RADIO. SE POSSIVEL PODE SER O VELHO CASARÃO DO CD VOL 1.

07/10/2017 08:19:00
lacir freisleben
toca uma musica dos colonos

01/10/2017 10:03:23
ivonir costa da silva
pq só tem medico de plantão

30/09/2017 15:26:32
Licéria Pereto - Dois Irmãos
Sempre na escuta pela Internet. Pode escolher uma música pra mim. Abração.


2012 Rádio Tirol FM 87.5 Fone: (51) 3762-3035. Todos os direitos reservados.